Clique aqui se você não consegue visualizar esta newsletter

O centenário feminino
Do patriarcal ao moderno, a força da mulher está na rotina de filhos, maridos, e mercado

O Dia Internacional da Mulher, celebrado na data de 8 de março em homenagem a todas as mães, cuidadoras e trabalhadoras, teve uma trajetória de lutas e conquistas que se intensificou nos últimos cem anos. No dia 25 de março de 1911, em Nova York, uma tragédia repercutiu nos quatro cantos do mundo e simbolizou os tratos com o sexo feminino na época. Na fábrica Triangle Shirtwaist Company, 146 operárias, de 13 a 25 anos, na maioria imigrantes italianas e judias, morreram em um incêndio que questionou o trabalho operário americano e o abuso, inclusive, físico e sexual das mulheres da época. Foi um marco na história e, de lá para cá, o reconhecimento intelectual vem posicionando o papel feminino nos mais variados segmentos de atuação no mercado.

Reflexão especial ao Dia Internacional das Mulheres

No mês de março celebramos no mundo todo o Dia Internacional das Mulher. Neste 2011, em especial, vivenciamos cem anos de movimentos significativos que estão elevando a sociedade ao cuidado feminino.

A luta das mulheres é pela inserção em um mercado que precisa de ajuda, de cuidados. Muito há para fazer, e muitas necessitam potencializar, ainda, as suas dimensões fraternas.

Fazemos um convite a todos:

Que nos dias do mês de março possamos silenciar a mente por alguns segundos a partir de 22h. Assim, refletir, disseminar e irradiar luz a todas as mulheres do mundo.

Para acessar as edições anteriores das meditações, utilize o link http://www.ericabrandt.net/espaco_meditacao.php

Uma Linda Mulher - Clip Because You Love Me
(Celine Dion)

Para todas as mulheres, inesquecível e emocionante.


As Mulheres de Di Cavalcanti
Di Cavalcanti fez da sua arte a expressão máxima do seu amor pelo país. Usou e abusou das cores do Brasil com um instinto estético extrovertido, irreverente, sensível, requintado e humorado!
Beto Furlan


Mercedes Sosa - Gracias A La Vida
"Un abrazo hermano chileno, america debe ser solo una y unida, sin fronteras, ni resentimientos que nos separen"...
jorgestereo1


Women in art
Coleção de Robert Hagan retrata, em pinturas, a mulher romântica. Paisagens belíssimas.


Rosa Marisa Monte (animação)
Uma homenagem às mulheres, rosas da vida.


Todas Mulheres do Mundo! - Rita Lee
Toda mulher é meio Leila Diniz...


Mulheres de Atenas - Chico Buarque
Para despertar uma consciência crítica diante da submissão da mulher na sociedade.



19/03 - GCC III - Gerando e Concebendo Consciência (turma fechada) 19/03 - Matinê das Duas, com o filme "A Origem"
25/03 e 26/03 - Workshop: "Você Vive nas Cavernas ou Sob o Céu Estrelado?"
02/04 - Meditação do Coração
09/04 - GCC I - Gerando e Concebendo Consciência (nova turma)

Denis Arizio Farias, bacharel em treinamento físico e desporto, mostrará aos leitores que a atividade física é uma ferramenta para o bem-estar. Supre uma carência do corpo humano, tão básica como comer, dormir ou pensar.


Especialista em Psicologia Transpessoal pelo Centro de Educação Superior de Blumenau - CESBLU/ALUBRAT (Associação Luso Brasileira Transpessoal), MBA em Gestão de Projetos com Abordagem Holística Transdisciplinar pela Faculdade São Judaz Tadeu - UNIPAZ/RJ, formada em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - CEUB, em Brasília, turma 1976. Membro do CIT - Colégio Internacional dos Terapeutas, acolhida em 05 de outubro de 2000. Formação em técnicas psico-corporais Radix e ” Terapeutas Transformadores” com Dr. Octávio Rivas Solis (México); Terapia Refocalizadora e Terapia de Casal com Dr. Franco Del Casale (Argentina); aprendiz da turma piloto da FHB/UNIPAZ em Brasília no período de 1989/1990 e organizadora durante dez anos dos seminários do filósofo holandês Robert Happé em Porto Alegre/RS (1990/2000).

Participou do corpo docente da UNIPAZ/RJ, Rio de Janeiro, na qualidade de facilitadora do módulo “A Arte na Abordagem Transdisciplinar”; da UNIPAZ/SUL em Porto Alegre na formação Cuidar do Ser, no módulo “Sentimentos e Emoções” e da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras –CEUB, Brasília, da disciplina “Teorias e Técnicas Psicoterápicas”.

Psicoterapeuta e assessora institucional com mais de trinta anos de atuação. Desenvolve seminários, workshops e retiros focados na expansão da consciência e melhor qualidade de vida. Criadora e focalizadora da Dinâmica a "A Jornada de Jonas", esse apresentado em Évora, Portugal, no VI Congresso Internacional da ALUBRAT em novembro de 2008; dos programas "Você vive na Caverna ou sob o Céu Estrelado", "Espírito Criativo e Poder Pessoal", "Integração Coração e Mente", "Gerando e Concebendo Consciência" e dos retiros "Oceano Interior e as Conchas da Consciência", estes desenvolvidos em Porto Alegre, Torres/RS e Criciúma/SC.

Ser Mulher
2002, Erica Brandt

Corra e solte seus cabelos ao vento
Liberte seu corpo
Para expressar a força
Dos seus movimentos


Pise na terra úmida
Sinta o cheiro da terra molhada
O aroma da mata selvagem
Que entre suas folhagens
Indica o caminho
Apontando o final da estrada
Inspirando o começo
De outra jornada

Sob a luz do sol
Que ilumina cada passo
Ouça o balançar dos galhos
O canto dos pássaros
O fluxo das águas
O sorriso da criança

Chegada a noite
Não se acanhe
Abra seus braços
Estenda a mão
Toque as estrelas
E descubra nelas
Um pedacinho seu
Um sonho perdido
Um sonho realizado
Uma esperança fortalecida
E o amor por você
Reencontrado

Sem constrangimento
A lua vem lhe acolher
Na doce penumbra
Mostrando a cada semana
Que pode ser nova
Crescente, cheia ou minguante
Convidando você
A não mais se reter
No que já foi
Ou vai acontecer
E sim se permitir
Viver o seu próprio
Estágio de "lua"
Em cada instante presente
No seu amadurecimento

www.ericabrandt.net

Participe enviando críticas e sugestões de pauta para news@ericabrandt.net
Jornalista responsável: Aline Wolff da Fontoura (MTB/RS 12.406)